Last Updated:
publicdomainpictures.net

Emuladores

Paulo Laureano
Paulo Laureano Emuladores

Nos dias que correm é possível “emular hardware por software”. Isto significa que uma aplicação/jogo que corre nestes “emuladores” verá o “hardware” original, para todos os efeitos está a ser executada “no computador” para a qual foi concebida. Emular o hardware é a opção mais apelativa em muitos casos e a única opção em muitos outros. De repente podemos jogar “Arcades” como o “pacman”, “frogger”, “pang” ou o “Out Run” originais, os mesmos que há anos nos levavam moedas atrás de moedas nos salões de jogos. Reviver o "Commodore Amiga", "ZX Spectrum" ou o "Commodore 64" sem ter de ir ao sotão buscar o hardware... É o fim das cópias “mais ou menos imperfeitas” e a era da “nostalgia com qualidade”.

 

Que emuladores existem?

Há emuladores de “quase tudo” disponíveis: Spectrum, Commodore (todos os modelos, incluindo o “c64” e o “Amiga") Arcades (praticamente todos), Sony playstation (1 e 2), Nintendo (“nes”, “snes”, “n64“, gameboy classic/color/advance), Atari (todos os modelos de consolas e computadores, incluindo o Atari ST e o 800XL), Neo Geo (consola utilizada em muitos “Arcades"), de PC, Mac, etc.

Existem versões dos emuladores mais populares para quase todas as plataformas. Windows, Macintosh, Unix (Linux e FreeBSD), sendo os sistemas com maior naipe de escolha. Alguns PDA (como os “iPac” e “Psion") e telefones (9210 da Nokia e P800 da Sony Ericsson) também suportam alguns emuladores.

Muitos dos emuladores estendem as capacidades das plataformas que emulam. O emulador de Nintendo 64 permite correr o “Mário 64” em alta resolução, os emuladores de arcades/amiga/psx/neogeo permitem jogar jogos em rede (na rede local ou via Internet). É caso para dizer que em muitos casos são melhores que as máquinas originais.

 

A lei e os emuladores...

Os emuladores são, na esmagadora maioria, “legais”. Ler a documentação que os acompanha permite ao utilizador determinar a legalidade de ter este software no seu disco rígido. O Hardware que emulam não está, em muitos casos, protegido por patentes e direitos de autor (a Nintendo e Sony processaram os criadores dos emuladores e perderam) e os emuladores estão disponíveis na Internet e/ou à venda nas lojas de informática.

O software que executam é, em muitos casos, proprietário. Desde as ROMs, sistemas operativos e software. Só quem comprou este software é que pode legalmente executar o mesmo em emuladores. Como alternativa, para muitos dos sistemas emulados há vários programas para que são de distribuição livre, pelo que podem ser livremente copiados. A “pirataria” de software é um factor a ter em conta e muito software, proprietário e consequentemente de distribuição não autorizada pelos respectivos detentores de direitos, está disponível na Internet. Fazer download desse software e ter cópias no disco rígido é ilegal se não se possuir o software/ROM original ou uma licença dos detentores dos direitos de cópia.

 

MAME: O meu emulador preferido...

O “MAME” (que significa “Multiple Arcade Machine Emulator") é o primeiro no top das minhas preferências. Suporte mais de 3700 jogos de arcade (incluindo “1941”, “pacman”, “digdug”, “Bubble Bobble”, “Super HangOn”, “After burner”, “bombjack”, “Street Fighter II”, etc, etc, etc). É perfeito. Estende os originais para se jogar bem rede, suporta na perfeição periféricos da máquina (como joysticks, mouses, pistolas, etc) que estejam disponíveis na nossa máquina. No caso de ser executado em ambiente PDA ou Telemóvel o “MAME” utiliza o “stylus” como se de um joystick se tratasse. Enfim. É tudo o que um jogador de arcades pode desejar. Muitos dos jogos de arcade não estão disponíveis e os que existem em versão para PC são (quase sempre) piores que os originais emulados.

Onde fazer os downloads: Página Oficial do MAME ROMs de Arcades (make.dk) ROMs de Arcades (retrogames.com) ROMs de Arcades (metropoliglobal.com)

 

UAE: O “Commodore Amiga” em grande forma...

O “UAE” (Emulador de Commodore Amiga) é detentor de um merecido segundo lugar na minha tabela de preferências. Emula todos os “Commodore Amiga”, com todos os chipsets (incluindo o o primeiro que saiu no Amiga 1000 e o “AGA” dos Amiga 1200 e 4000), 68000 e e 68020, etc. Em muitos aspectos, e apesar de “virtual”, é o “Amiga” mais versátil alguma vez criado. Bom suporte a TCP-IP e “gráficos retargatable” fazem deste emulador uma jóia. Corre quase todos os jogos e aplicações originais, suporta “discos rígidos” virtuais, até quatro drives de disquetes virtuais, etc. O Amiga “virtual” é uma delícia de se utilizar no PC... tão bom que prefiro a versão emulada a utilizar os meus dois Commodore Amiga (600 e 3000) que mantenho em casa. Muitos dos jogos de Amiga, em particular os jogos de "tirinhos" ("shoot’em up") e "plataformas", são bastante melhores que qualquer equivalente em PC.

Onde fazer os downloads? O Google é vosso amigo... :-)

Os emuladores de 8 bits...

Os emuladores de "ZX Spectrum" e "Commodore 64" são a minha terceira escolha. Muitos jogos que existiam para as máquinas de 8 bits nunca foram portados para o Amiga/PC (quem se lembra do "JetPac", "Psst!", "Cookie" e companhia?) e são muito engraçados. Claro que os gráficos e efeitos de som são os "de há uns anos atrás", mas a jogabilidade permanece sensacional. A nostalgia também conta e sinto muita quando oiço os primeiros "bips" de um joguinho da “Ultimate” (actual "Rare").